O Círculo Mágico

É muito comum nós bruxas traçarmos círculos mágicos para realizar feitiços, rituais, abrir portais, etc.

O círculo mágico serve basicamente para duas coisas: Criar um local de proteção e para conter a energia criada num ritual ou feitiço. Ambas as finalidades caminham juntas.

8def96be0c87a1becc43d484cf5918d1

Para utilizá-lo, é preciso compreendê-lo. Assim como tudo na magia.

Ao lançar o círculo mágico, o local de trabalho espiritual se torna um “espaço entre os mundos”, ou seja, um ambiente que era apenas um quarto de hóspedes torna-se agora um local onde pode-se acessar energias dos Deuses, elementais, submundo e seja qual for o mundo que deseja trabalhar.

Quando algum ritual ou feitiço acontece, estamos sujeitos a influências energéticas de qualquer tipo, que podem auxiliar ou atrapalhar. A função do círculo mágico também é nos proteger e evitar que energias não desejadas se aproximem. Ou seja, ele pode ser também lançado para práticas meditativas e de visualização, para que possamos trabalhar a mente da maneira mais clara possível.

E por fim, o círculo mágico contém a energia gerada dentro dele e direciona para o objetivo planejado.

 

Como traçar um Círculo Mágico

b6050ee2e9865478bdfb7f5eeea46f53

O Círculo Mágico pode ser traçado fisicamente no chão com giz, sal, ervas, velas, etc.
Pode ser traçado com instrumentos mágicos como Athame e Varinha com o auxílio da visualização, ou simplesmente com os dedos ou visualização inerte.

Trace o círculo no sentido horário para trabalhos de criação e no anti-horário para trabalhos de banimento (esta é a minha tradição, algumas pessoas não seguem esta ritualística e está tudo certo).

Se for usar instrumentos mágicos ou a mão, imagine uma luz lilás brilhante (a cor da luz pode variar de acordo com a intenção do feitiço/ritual a ser realizado) saindo do instrumento ou da mão e delimitando o espaço a ser protegido, como uma redoma. Trace três vezes.

Se não utilizar auxílio de instrumentos, apenas visualize o círculo se formando da mesma maneira, igualmente três vezes.

Ao finalizar o ritual/feitiço, agradeça a proteção recebida e destrace o círculo no sentido oposto. Se traçou no sentido horário, destrace no anti-horário e vice-e-versa.

Destraçando o círculo, tenha em mente que ele não está sendo quebrado, mas sim voltando ao seu local de origem para ser evocado quando tiver necessidade.

Para que o trabalho mágico finalize da melhor maneira e que o ambiente permaneça protegido e abençoado mesmo sem o círculo, costumo repetir as seguintes palavras mágicas:

“O círculo está destraçado, mas não quebrado.
O devolvo agora para seu local de origem.
Que somente energias benfazejas e favoráveis ao meu feitiço/ritual permaneçam neste local.
Pois sou protegida e abençoada.
Que assim seja sempre!”

Quando é necessário traçar um círculo mágico?

df9d9cbe263c4023df781d0f646a8204

Sempre que for realizar algum trabalho mágico que necessite de proteção contra energias prejudiciais, para conter e direcionar energias, abrir portais, entrar em conexão com outros mundos, etc.

Quanto mais utilizar o círculo, mais ele se fortalece e mais sua energia se torna mais clara.

Para compreendê-lo comece com pequenas meditações. Um dia sem o círculo e outro dia com seu auxílio. Anote as diferenças e faça experimentos!

 

Postado por: Surya Ninfea
Contato: suryaninfea@gmail.com

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s